RELEASE RESUMIDO:

A INKOGNITA é uma banda Grunge/Rock Alternativo de Porto Alegre-RS. Iniciou em 2006 (Cachoeira do Sul-RS) e existiu até 2012, quando houve uma pausa. O reinício das atividades aconteceu no fim de 2014, e em 2016, a banda gravou o seu primeiro álbum (“Homônimo”), lançado em abril. Já em 2018, a INKOGNITA gravou o seu segundo disco. O mesmo está sendo mixado neste momento.

 

A INKOGNITA É:

Tainam Dias: Guitarra e Vocal;
Vinícius “Lirow” Lazzarotto: Guitarra e Backing Vocal;
Natan Ribeiro: Baixo.

RELEASE COMPLETO:

INKOGNITA – GRUNGE/ROCK ALTERNATIVO. PORTO ALEGRE – RS.

A banda INKOGNITA começou oficialmente no dia 03 de abril de 2006 em Cachoeira do Sul, cidade do interior do RS. A idéia era ser um power trio que tocaria músicas próprias influenciadas por Grunge/Rock Alternativo, e covers de Nirvana. A formação inicial contou com Tainam Dias – guitarra e vocal, Rudiéri Schöenfeldt – baixo e Juliano Scherer (Meguinha) – bateria.

Em 2007, Tainam se mudou para Porto Alegre, e após algum tempo em busca de integrantes para continuar a INKOGNITA, em 2008 conheceu Fabrício Brock através de uma amiga em comum (Fabrício assumiu as baquetas da banda até 2012). Em 2009, após alguns baixistas passarem pela banda, Tainam e Fabrício conheceram Cristiano Oliveira, que fez um ensaio e resolveu entrar para o time. Em dezembro de 2009, com Luciano Gonçalves (o “Tia”, novo baixista), a banda gravou o single “A Fuga”. Em janeiro de 2010, Cristiano retornou a INKOGNITA, e em seguida a banda gravou “Achados e Perdidos” e “Vida Vazia”. Com essas duas músicas e “A Fuga”, a INKOGNITA lançou seu primeiro EP independente, intitulado com o nome da banda (ver Discografia). Após nova troca de formação, Jean Bittencourt assumiu o baixo da banda, e com ele a INKOGNITA lançou mais um EP, intitulado “ME ENSINE A NÃO ENLOUQUECER”, no segundo semestre de 2010. E após a saída de Jean, em Janeiro de 2012, Cristiano reassumiu o posto de baixista. Em maio de 2012, devido a problemas internos e questões pessoais, a banda decidiu finalizar (ou pelo menos, dar uma pausa por tempo indeterminado) em suas atividades. Nesse meio tempo, Tainam conheceu Rafael Klement (amigo de Fabrício que estava envolvido em um projeto com o mesmo).

Em agosto de 2014, os problemas do passado ja estavam resolvidos, portanto, não havia mais nada que impedisse a INKOGNITA de voltar. A banda retornou as atividades com nova formação, não mais sendo um trio, mas sim, um quarteto. Rafael tornou-se o guitarrista solo da banda, e após alguns testes com baixistas e bateristas, a banda integrou Marcelo Pistoja (que Tainam já conhecia) no posto de baterista. Logo em seguida, após um anúncio de internet, a banda conheceu André Contri, que tornou-se o baixista da INKOGNITA. Em julho de 2015, a banda lançou o seu terceiro EP, chamado “CAUSA E EFEITO“.

No segundo semestre de 2015, a banda anunciou Vini Tonello (Reação em Cadeia, Rosa Tattooada, Júpiter Maçã, Tequila Baby, entre outros grandes nomes do rock gaúcho) como produtor do seu álbum de estréia (chamado “HOMÔNIMO“). O mesmo foi lançado em abril de 2016.

Já no segundo semestre de 2017, André Contri (baixista) saiu da INKOGNITA por motivos pessoais e em seu lugar entrou Natan Ribeiro.

Em 2018, ocorreram mais duas mudanças na formação: a saída do guitarrista Rafael Klement para a entrada de Vinícius “Lirow” Lazzarotto, e a saída do baterista Marcelo Pistoja. No momento, a banda conta com três integrantes fixos, e um baterista contratado para os compromissos ao vivo.

Atualmente, a banda está mixando o seu segundo disco, que será lançado em breve.

 

A INKOGNITA É:

Tainam Dias                               Lirow

Tainam- Vinicius Lirow

 

Natan

Natan-